sexta-feira, 30 de setembro de 2011

missa à mulher de nome trocado

minha cabeça doía, os olhos ardiam, sem choro
pela primeira vez ouvi blue suede shoes e não sorri
não dancei os pés em reflexo, os ombros alquebrados

a fumaça parada no ar trancado, ocre, azedo.
pairam sobre o universo, abscesso, tortura.

pensava no telefone que não ligava, não tocava, não atendia
e o outro homem que só sabia dizer "sou eu", um erro
minha cabeça dói, os olhos ardem, sem choro

o mundo me adoece.

(autora: nina rizzi)

Nenhum comentário:

Postar um comentário